sexta-feira, 26 de agosto de 2011

A influência do pensamento no organismo!



por: Ismael de Almeida
A existência humana é uma luta continuada contra adversidades, tanto no mundo externo quanto no seu interior. Não obstante esta luta sem trégua, na verdade é que dá vigor e fortaleza a natureza humana.  No mundo externo a batalha é contra as vicissitudes do dia-a-dia, os percalços que surgem sem que se espere; o esforço para a sobrevivência, doenças, acontecimentos inesperados, dissabores não desejados, e o rol de atribuições que causticam o ser humano, mantendo-o prisioneiro de si mesmo.
Não obstante a luta maior é contra aquela parte escura de sua natureza demoníaca, que fustiga o homem causando malefícios sem conta, criando dificuldades para o seu próprio ser, advindas dos seus pensamentos desregrados e seu desejo incontido.
 O chamado mal é a desarmonia provocada pela falta de domínio e serenidade, que destrambelha o ser humano, causando dolências para o seu cosmos orgânico, que surge do seu mundo interno em desequilíbrio, ferindo suas células orgânicas que ressentem o bombardeio incessante de pensamentos nocivos e felinos.
O ser humano tem muitos inimigos externos, dede o clima que oscila em extremos, ao espaço que precisa ser vencido, mas os maiores inimigos se encontram em sua própria cidadela, no íntimo do seu próprio ser. O homem não tem controle do seu espaço interior, que está sempre em ebulição, seja pelas emoções que ferem a si mesmo e aos outros, quanto pelo poder maligno do seu próprio pensamento.
 O pensamento-sentimento não cultivado para o bem cria o “morador do umbral,” um pensamento forma, que nasce dentro de si próprio, oriundo e sustentado pela mente descontrolada.
Bruce Lipton, um biólogo autor de BIOLOGIA DA CRENÇA afirma: “ao contrário do que se pensa e se sabe, o DNA e os genes são controlados pelos sinais que vem de fora das células como mensagens de energia emanadas por pensamentos positivos e negativos”.
Assim M. T. Morter em de MORTER HEALTH SYSTEM  afirma que a mente é mais poderosa do que qualquer medicamento. Assim nosso pensamento é responsável pela nossa sanidade ou doença, tudo o que pensamos ou agimos tem conseqüências interiores, em nosso organismo físico e sutil, levando para o futuro, os resultados de nossas a ações benéficas, ou maléficas.  É o que nos ensina nossos mestres espirituais e hoje a CIENCIA, penetra nos arcanos de conhecimentos já sabidos há milênios pelos espiritualistas. Portanto a maneira em que se vive, nossa conduta cria nosso futuro.
A nova biologia EPIGENÉTICA, revolucionou a antiga BIOLOGIA, em que os genes determinavam tudo, inexoravelmente. Mas a Epigenética afirma: “acontecimentos exteriores e interiores podem mudar a fixidez dos genes, e alterá-los, o mesmo o que afirma a teoria da evolução dos espiritualistas.”
Em outras palavras é o predomínio do espírito sobre a matéria ou que, o espírito pode mudar a matéria, inclusive determinar um melhor destino para o homem que tem o poder através da Central Espiritual no seu mundo interno; e transmutando seus pensamentos e emoções, criar para o futuro em novas encarnações corpos mais saudáveis e um destino mais feliz, o que os iluminados desde milênios, ensinam como o  CARMA.
Assim a CIENCIA por si mesma está combatendo o MATERIALISMO penetrando nos arcanos do espírito, como uma realidade palpável e visível da realidade da alma, centro e diretriz de tudo que evade para o exterior.
O espírito é a realidade de tudo, o homem cria no exterior aquilo que nasce no seu mundo interno, e é projetado em artes e ciências.
O espírito comanda eternamente, e quando a matéria for redimida pela luz do espírito, todo o planeta será redimido!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Membros do blog