sexta-feira, 29 de julho de 2011

Tecido PET...

Para se produzir a malha PET, tudo se inicia na coleta seletiva das garrafas usadas, feita pelos catadores ou pelas empresas municipais de lixo que posteriormente encaminham os recicláveis à Cooperativa para serem devidamente separados. Uma garrafa de PET é 100% composta de poliéster reciclável que é uma resina termoplástica de alta resistência.
Lá, o lixo reciclável será separado e as garrafas PET vendidas para empresas. Nas empresas as garrafas são lavadas, moídas e descontaminadas para serem fundidas, ou derretidas,  e transformadas em pequenos flocos para posteriormente serem transformadas em fios de políester , através de equipamentos extrusores -que fazem filamentos- que são trançados com algodão para se fazer o tecido de PET.


O tecido feito de poliéster tradicional já têm uma fatia expressiva do mercado e é uma tendência natural que o tecido feito a partir do políester reciclado se torne mais expressiva ainda.
O tecido feito de garrafa PET nada mais é do que tecido poliéster tradicional. E por isso, quando conhecemos ou tocamos a malha PET não sentimos nenhuma diferença da malha comum, porque ela é feita do mesmo poliéster do qual as roupas já são feitas e que estamos acostumados a usar e comprar, a diferença é que este poliéster é proveniente de garrafas PET que seriam descartadas na natureza e que antes de virar roupas, foram limpas e descontaminadas.
A tendência mundial é termos que usar roupas de material reciclado pois é preciso consumir todo o resíduo que produzimos.

Não teremos mais como usar roupa sem que  seja reciclada.


Este é o futuro.


Experimentem os materiais reciclados, sejam roupas ou outros artigos.
Precisamos incluí-los cada dia mais em nossa rotina.

Mas, para que tudo isso aconteça é fundamental que todos nós separemos nosso lixo e encaminhemos para a coleta seletiva.


Seja consciente, recicle seu lixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Membros do blog